Noticias - UEFA apresenta campanha Respeito para o EURO 2012
A iniciativa Respeita a Saúde – Euroescolas 2012 promove estilos de vida saudáveis entre as crianças e seus familiares, com especial atenção sobre prevenção tabágica, alimentação saudável, consumo moderado de álcool e incentivo à prática de actividade física. Este projecto inclui ainda as Iniciativas: Respeita a Diversidade, Respeita a Cultura de Adepto, Respeita a Inclusão

A UEFA apresentou o seu programa de responsabilidade social para o UEFA EURO 2012, do qual fazem parte quatro projectos sociais-chave e cujo investimento ascende até três milhões de euros.
 

No UEFA EURO 2012, longe da acção nos relvados, onde jogadores e equipas vão fazer as manchetes, a campanha Respeito da UEFA vai abordar alguns dos principais assuntos sociais europeus, com o objectivo de aumentar a consciencialização e afectar positivamente as vidas dos habitantes de Polónia e Ucrânia.

Falando sobre a importância da campanha Respeito – a iniciativa de responsabilidade social da UEFA lançada pelo Presidente da UEFA no UEFA EURO 2008, na Áustria e Suíça – Michel Platini disse: "Como organismo gestor do futebol europeu, a UEFA tem a responsabilidade de proteger o jogo e os seus adeptos.

"O Respeito no EURO destaca o empenho contínuo da UEFA no combate a qualquer forma de discriminação, aumentar o acesso de adeptos com deficiências físicas, promover a saúde através da prática de actividade física e encorajar o diálogo intercultural entre adeptos e cidades-sede".

Na antecâmara do UEFA EURO 2012 e durante a fase final do torneio, a UEFA apoia quatro projectos sociais, com uma ajuda financeira que ascende até três milhões de euros. A campanha Respeito vai fazer sentir o seu impacto na Polónia e na Ucrânia, e para além das fronteiras dos países anfitriões, através de várias iniciativas agrupadas sobre quatro temáticas: Respeita a Diversidade, Respeita a Cultura de Adepto, Respeita a Inclusão e Respeita a Saúde.

O programa Respeita a Diversidade vai ser implementado com a cooperação do parceiro de longa-data da UEFA, a rede pan-europeia Futebol Contra o Racismo na Europa (FARE), e ainda a sua organização afiliada, Nunca Mais. Vai promover a mensagem positiva da diversidade através de várias iniciativas antes e depois do torneio, atingindo o seu ponto alto nas meias-finais.

Centenas de zonas inclusivas vão ser criadas durante o torneio – edifícios públicos e espaços designados como sendo abertos e acessíveis a todos, independentemente de etnia ou nacionalidade, género, condição física ou sexualidade. Para além disso, e até ao momento, mais de 80,000 polícias e seguranças na Polónia e Ucrânia receberam formação anti-discriminação, para ajudarem na identificação de cânticos discriminatórios, símbolos ou comportamento.

Entretanto, o projecto Respeita a Cultura de Adepto vai apoiar os adeptos ao longo da fase final do próximo Verão. Com a colaboração da Associação Europeia de Adeptos (FSE), vão ser estabelecidas embaixadas de adeptos nas oito cidades-sede, servindo como locais onde os adeptos podem procurar ajuda com viagens de última hora e alojamento, bem como auxílio em circunstâncias imprevistas. Os adeptos dos países participantes também vão ter ao seu dispor embaixadas móveis, que se deslocarão entre os estádios.

Para além disso, a UEFA está a trabalhar com o Centro para o Acesso Futebolístico na Europa (CAFE) para gerir três iniciativas separadas do projecto Respeita a Inclusão:

• Sob o programa Futebol Sem Limites, vai ser prestada informação de acesso a adeptos e visitantes com deficiências físicas, com recurso a um guia prático elaborado para o efeito.
• Através do projecto Jogos Exibicionais, dirigido pelo Special Olympics na Polónia e o Comité Nacional de Desporto para Pessoas com Deficiência na Ucrânia, pessoas com deficiências físicas terão oportunidade de mostrar as suas capacidades no desporto através de jogos de futebol, a realizar antes de cada jogo dos quartos-de-final.
• Vão ser angariados fundos para futuros programas de inclusão através do projecto de caridade do UEFA EURO 2012, encorajando os seguidores do futebol e outros benfeitores a doarem dinheiro, com a UEFA a liderar o caminho e comprometendo-se a doar 3000 euros por cada golo marcado na fase final.

Finalmente, a iniciativa Respeita a Saúde – Euroescolas 2012 promove estilos de vida saudáveis entre as crianças e seus familiares, com especial atenção sobre prevenção tabágica, alimentação saudável, consumo moderado de álcool e incentivo à prática de actividade física. Coordenado pelo parceiro da UEFA, streetfootballworld, o programa ensina escolas, ONGs e treinadores locais a combinarem sessões desportivas com actividades educativas saudáveis. Como parte do projecto Respeita a Saúde, o UEFA EURO 2012 foi declarado como um evento livre de tabaco.

Voltar
Instituto Português do Desporto e da Juventude, I.P.